Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Ondas3

Blogue de informação e reflexão sobre temas ambientais. Desde Janeiro 2004, porque só os peixes mortos seguem com a corrente.

Blogue de informação e reflexão sobre temas ambientais. Desde Janeiro 2004, porque só os peixes mortos seguem com a corrente.

Ondas3

17
Fev11

Jardim quer artificializar litoral com dinheiro de Lisboa

OLima

  • Um cordão humano vai ser formado no Domingo, no Funchal, em protesto contra o plano do governo regional de João Jardim em construir uma praça, um novo cais de acostagem de navios de cruzeiro e um porto de recreio, aproveitando o aterro feito de inertes para lá transportados em consequência do temporal de 2010. Os adversários deste plano alegam que as obras não estão baseadas em qualquer estudo de impacto ambiental, vão artificializar o litoral uma vez que vão roubar-lhes a praia que existia antes do temporal e alterar o curso de, pelo menos, uma ribeira, tudo por uma pipa de massa doada pelo governo de José Sócrates. Público.
  • Os municípios de Torre de Moncorvo, Mogadouro, Macedo de Cavaleiros e Alfândega da Fé constituíram a Associação de Municípios do Baixo Sabor que, em colaboração com o Fundo de Conservação da Natureza e Biodiversidade, vai gerir localmente um fundo para o Baixo Sabor. O fundo tem assegurada para 2011 uma verba de 800 mil euros a somar ao milhão de euros já aprovisionados pela EDP desde o início da construção da barragem, em 2008, com reforços anuais correspondentes a 3% da faturação de energia, durante os 75 anos da concessão. Público.
  • A indústria nuclear russa inspira tudo menos segurança. Nos últimos 11 dias, o país bateu o recorde de avarias que obrigaram várias centrais a serem evacuadas e fechadas. Bellona.
  • Os estados de New York, Vermont e Connecticut processaram os reguladores da energia nuclear norte-americano por permitirem o armazenamento de resíduos radioativos nas centrais durante 60 anos após o seu encerramento em vez de se arranjar uma solução a longo prazo. Huffington Post.
  • O Japão suspendeu a caça à baleia após intensa campanha dos conservacionaistas da Sea Shepherd Conservation Society. The Huffington Post.
  • Pode um carro mover-se a energia eólica? Sim. Já foi testado e cobriu mais de 3.000 Km na Austrália.
  • Alterações climáticas e precipitação extrema estão interligadas, sugerem dois estudos recentemente publicados pela Nature. Este mostra que o aumento da concentração de gases de efeito de estufa na atmosfera provocaram a intensificação da ocorrência de chuva forte em dois terços das estaações metereológicas no hemisfério norte. E este sugere que o aquecimento global provocado por fatores humanos terá aumentado a probabilidade das grandes inundações que assolaram a Inglaterra e o País de gales em 2000. The Guardian.
  • Emissões de dióxido de enxofre voltam a registrar crescimento depois de uma década de queda, revela um estudo do Atmospheric Chemistry and Physics. Causa? O crescimento económico chinês. Envolverde/Carbono Brasil.
  • Nunca é demais lembrar: 5 ideias falsas sobre as podas radicais ou rolagens. Dias Com Árvores.
26
Jan11

Vouzela requalifica 28 Km de rios e ribeiras

OLima

  • Vouzela requalifica 28 quilómetros de rios e ribeiras. Público.
  • Ecologi@ é uma revista online da SPECO. Objetivos: divulgar artigos científicos e sumários de teses e projetos.
  • E se um dia a energia gerada por um crematório for canalizada para aquecer a piscina de um centro desportivo? EDIE.
  • Os parques eólicos marinhos cresceram na Europa 51% em 2010. Energias Renovables.
  • E se as T-shirts começarem a ser usadas como instrumentos de monitorização do monóxido de carbono? The Huffington Post.
  • Quatro eco-documentários nomeados para os Óscares: (1) Gasland, (2) Waste Land, (3) Sun Come Up e (4) The Warriros of Qiugang: a Chinese Village Fights Back.
  • A saída da assessora climática de Obama está a ser vista como um sinal do abandamento do empenhamento norte-americano na área ambiental. Público.
05
Jan11

Canaliza-se ribeiras na Madeira?

OLima



Tagxedo.

  • O governo de João Jardim está a canalizar ribeiras e linhas de água, acusa José Manuel Coelho. O candidato presidencial acrescenta que o dinheiro para a reconstrução da Madeira foi desviado pelos grandes tubarões do regime. DNotícias.
  • Avenida Brasil: manual da hegemonia automóvel no espaço público III. Menos Um Carro.
  • Notícias sobre alterações climáticas caíram a pique em 2010, diz o título de um texto de Ricardo Garcia no Público de 4 de Janeiro. O título e o conteúdo nada têm a ver com o número de notícias que o Público publicou o ano passado. Aliás, o Público deverá ser o jornal português que mais atenção dá a questões ambientais e que mais notícias ambientais publica (aguardo que uma pesquisa por parte dos seus jornalistas confirme isto). Para não falar no Ondas3, - mas este é um blogue em língua portuguesa alojado em plataforma portuguesa -, que em 2010 publicou quase diariamente textos sobre temas ambientais.
  • O petróleo nos bastidores da divisão do Sudão. Octopus.
  • Tribos índias do Canada estão fartas de abusos e exigem serem consultadas sobre os impactos ambientais de projetos mineiros e de produção de energia, conforme a lei lhes garante. Le Monde via The Guardian.
  • Já não é só em Beebe, Arkansas, que chovem melros negros mortos. Aconteceu também em Pointe Coupee Parish, Louisiana.
  • Já 24 estados americanos proíbem o despejo de resíduos eletrónicos em aterros. The Huffington Post.
  • 13 petrolíferas poderão retomar a extração de combustível no Golfo do México sem necessidade de submeter os projetos e estudos de impactos ambientais. MSNBC.
  • Pelo menos 100 toneladas de peixe morto deram à costa do Paraná, desconhecendo-se, por enquanto a(s) causa(s). Paraná Online.
  • Cientistas trabalham para desenvolver novas tecnologias de dessalinização que aliviem a grave escassez de água que atinge a China. IPS/Envolverde.
21
Dez10

Aterro que favorece inundações vai ser cais?

OLima

Foto: Foz do Rio Lis, por Telmo Alberto Faustino de Abreu.

  • Melhorar o estuário do rio Lis vai custar 750 mil euros. O projeto é da Câmara da Marinha Grande e será executado na zona entre a ponte das Tercenas e a Praia da Vieira, envolvendo a criação de uma ciclovia, de parques de estacionamentoe plantação de pinheiro manso. PúblicoAs águas que lá vão desaguar é que podem continuar a correr poluídas porque ninguém consegue meter as suiniculturas na ordem. Aliás este projeto já tinha sido proclamado em finais de Junho, como o Ondas3 referiu. Por alguma razão há projetos de que se fala mais...
  • A ribeira de Santa Luzia transbordou na sequência de fortes chuvas e inundou a Avenida do Mar, pondo em causa a manutenção do aterro à entrada do porto do Funchal. Este aterro é o resultado do depósito de pedras e lamas do temporal de 20 de Fevereiro e tem sido considerado responsável pelas inundações que aconteceram depois disso. Apesar disso, o governo regional de João Jardim quer construir em cima deste aterro uma zona de lazer com área acostável para cruzeiros. Público.
  • Dois cidadãos de Kampala, Uganda, produzem 100 litros de combustível por dia a partir de lixo e utilizando a técnica da pirólise catalítica.  Earth Times.
  • A água que corre nas torneiras de 31 cidades norte-americanas regista elevados níveis de cromo hexavalente, um produto potencialmente cancerigeno. Washington Post.
  • As autoridades de Mindanau fizeram executar a ordem de destruição de um campo de testes de beringela transgénica na University of the Philippines Mindanao, em Barangay, Mintal. Inquirer Mindanao.
  • Os Ministros do Ambiente europeus foram acusados pela Quercus de ceder a pressões da indústria automóivel sobre emissões. Tudo porque o limite máximo das emissões de gases com efeito de estufa dos novos veículos comerciais ligeiros foi revisto em baixa: 175 gCO2/km em 2017 e 147 gCO2/km em 2020. Refira-se que a proposta inicial era de 135 gCO2/km. “Os ministros do Ambiente concordaram com esta alteração, apesar de estudos divulgados pela Federação Europeia dos Transportes e Ambiente evidenciarem que uma redução da potência dos motores para os níveis de 1997 poderia representarper si uma redução em 16 por cento dos custos de combustível e das emissões de CO2 associadas”, acrescenta a Quercus. Público.
24
Nov10

Bico calado

OLima
  • O secretário do Ambiente dos Açores decidiu cancelar o concurso da obra de concepção-construção de limpeza e renaturalização da Ribeira da Agualva, na ilha Terceira. A obra tinha sido atribuída, por ajuste directo, à empresa Construções Meneses e Macfadden, detida pelo irmão do governante, Álamo Meneses. RTP Açores.
  • Os fabricantes dos novos sistemas de controlo de passageiros nos aeroportos duplicaram a quantia de dinheiro investido em lóbi junto dos decisores, tendo para tal usado a influência de antigos governantes americanos, revela o USA Today.
  • A ilegalidade dos cortes salariais segundo Garcia Pereira. YouTube.
19
Nov10

Os 5 Rs

OLima

Foto: Lúcia de Sousa. Praia dos Pescadores.

  • A praia dos Pescadores, em Albufeira, voltou a ser invadida por águas sujas, misturadas com substâncias que se suspeitam ser óleos e combustíveis provenientes de avaria nas tubagens de ligação ao emissário submarino de águas residuais, canalizadas de uma ribeira que foi entubada. CM.
  • Nos EUA, os cemitérios nucleares estão espalhados pelo país pois ainda não foi concretizado o projeto de depósitos seguros. Por exemplo, na Virginia, há um entre as duas centrais nucleares de Surry e North Anna Power, com uma paragem de autocarro por perto. Tree Hugger.
  • Fórmula para se memorizar os princípios do consumo consciente. São os 5Rs, que significam:REPENSAR nossos hábitos e atitudes de consumo no dia-a-dia; RECUSAR produtos e serviços que causem danos ambientais ou à saúde; REDUZIR a geração de lixo e descarte de materiais, preferindo produtos e embalagens que gerem menos resíduos e durem mais; REUTILIZAR, dando novos usos aos materiais já utilizados. Ser criativo, inovador, usando um produto de várias maneiras; RECICLAR materiais usados transformando-os em matérias-primas para novos produtos, por meio de processos industriais ou artesanais. Blog do Jubal.
29
Set10

Peixes mortos em Alcantarilha

OLima

Foto: OLima, Setembro 2010. Rio Alcoa, Alcobaça.

  • Quercus, GEOTA e LPN apresentaram as razões porque não deve avançar a obra novo aeroporto de Lisboa: (1) a área de montado a abater é mais elevada do que o previsto; (2) lacunas muito graves, impeditivas de uma avaliação completa e adequada dos impactes reais do projecto; (3) o impacte da impermeabilização de1920 ha da área de implantação do NAL não foi devidamente contabilizado; (4) desadequação com o TGV Lisboa-Madrid.
  • A abertura de barra deixa peixes mortos nas margens da ribeira de Alcantarilha. Pescadores queixam-se do funcionamento de ETAR intermunicipal algarvia e lamentam que a medida tenha sido tomada apenas para esconder dos turistas a poluição que escorre para o mar. Público.
  • O Reino Unido precisa de nova geração de centrais nucleares para poder atingir os objectivos climáticos, afirmou o ministro dos Negócios Estrangeiros William Hague. AP.
  • Várias organizações ambientalistas canadianas protestaram contra o plano da Bruce Power de transportar geradores radioactivos através dos Grandes Lagos e da região do Rio de S. Lourenço para a Suécia. The Star.
  • Um insecticida aplicado em cultivos transgénicos em vastas zonas dos Estados Unidos para combater o besouro da broca do milho tem contaminado vários rios no país. The Independent.
  • A Austrália enfrente a pior praga de gafanhotos em 75 anos. The Independent.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Links

Raízes

Troncos

Ramos

Folhas

Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2008
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2007
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2006
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2005
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D