Blogue de informação e reflexão sobre temas ambientais. Desde Janeiro 2004, porque só os peixes mortos seguem com a corrente.
blogs SAPO
subscrever feeds
PATRIMÓNIO
BLOGUES
Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2006
Assembleia Municipal de Espinho contra estudo do estado de saúde das árvores do concelho


  • A foto foi tirada junto à Ribeira de Rio Maior, ao pé do Parque Américo Magano. Já não bastava a ribeira correr permanentemente poluída por esgotos e outros efluentes de Paramos e de Santa Maria da Feira e desaguar mal cheirosa na barrinha de Esmoriz. Tem de aguentar com inertes de construção!
  • Em Espinho, a maioria dos vogais da Assembleia Municipal reunidos em 12 de Dezembro rejeitaram uma recomendação no sentido da Câmara estabelecer um programa para a inventariação, registo e estudo do estado de saúde das árvores do concelho, de maneira a que o mesmo sirva de instrumento em futuras intervenções nos espaços verdes. De nada serviram os argumentos de que as árvores contribuem para a melhoria da qualidade de vida de um lugar, que filtram o ruído, fixam as poeiras, que libertam oxigénio e absorvem carbono. Esta é a mesma Assembleia que, em Maio de 2006, votou maioritariamente contra uma proposta de poupança de energia através de um pedido à EDP para, de manhã, fazer desligar a iluminação pública mais cedo, e, de tarde, a fazer ligar mais tarde. Esta é também a mesma Assembleia cuja maioria rejeitou em 12 de Dezembro passado uma recomendação para a realização de uma homenagem a José Afonso. Caricato foi ver Jorge Pina (PS) ausentar-se no momento da votação, ele que até tem, em público, cantado o Zeca, fazendo-se acompanhar à viola.

Publicado por OLima às 00:13
Link da posta | Comentar
partilhar
4 comentários:
De suminha a 16 de Dezembro de 2006 às 18:41
Olá Octávio, achei o teu post pertinente e resolvi utilizar uma foto tua para reforçar o tema espero n haver problema. Continuação de bom trabalho.
De Manuela dl ramos a 17 de Dezembro de 2006 às 15:26

Mas que explicação dão eles para não terem votado a favor desse estudo sobre as árvores?
Não dá para acreditar!
De OLima a 18 de Dezembro de 2006 às 22:44
Na esmagadora maioria os vogais da AM de Espinho só levantam o braço para votar o que os seus lideres votam depois de esgrimidos argumentos, nem sempre de substância digna de registo, como foi o caso. Senão, vejamos. A eterna mão-direita de sucessivos presidentes de câmara, o vereador Rolando de sousa, disse que os jardineiros camarários tinham formação do FAPAS e que isso bastava para credibilizar a sua missão, ideia pouco depois ecoada por outro vogal. Luís Peralta, pediatra e porta-voz do PS, disse ter votado contra porque não alinhava em fretes a eventuais teses de mestrado ou doutoramento. Estão a ver o estilo...
De Ricardo Gomes a 25 de Setembro de 2007 às 02:19
Cambada de chulos, a culpa é de quem os elege! Imbecis!

Comentar posta

Pesquisar neste blog