Blogue de informação e reflexão sobre temas ambientais. Desde Janeiro 2004, porque só os peixes mortos seguem com a corrente.
blogs SAPO
subscrever feeds
PATRIMÓNIO
BLOGUES
Quinta-feira, 29 de Junho de 2006
Corram-nos à pedrada!

"Corram-nos à pedrada, a sério. Arranjem lá um grupo e corram-nos à pedrada. Eu estou a medir muito bem aquilo que digo. Nós queremos gente que vá ajudar as freguesias, não queremos gente que obstaculize o seu desenvolvimento. Esses senhores, que na maioria dos casos aparecem para multar as juntas de freguesia, que tenham a dignidade de primeiro avisar os autarcas locais. É uma questão de respeito por quem foi eleito pelo povo."
Foi assim que o
presidente da Câmara de Viseu
e da Associação Nacional de Municípios Portugueses, Fernando Ruas, desafiou a população do concelho a tratar os funcionários do Ministério do Ambiente que fiscalizam e multam obras feitas pelas juntas de freguesia.

Já no ONDAS de 21 de Novembro de 2004 tínhamos feito referência a críticas de Fernando Ruas à “febre de coimardos fiscais do ministério do Ambiente. Ano e meio passado, persiste o problema, carece a solução. Este país, que fez o 25 de Abril, abriu novos mundos ao mundo e produziu escritores de renome, arrisca-se a cair, com atitudes destas, no caos. Tal como o treinador de futebol que culpabiliza o árbitro pela atribuição de cartão vermelho a jogador indisciplinado e violento não branqueia a indisciplina e a violência do jogador, também a atitude do presidente da ANMP não branqueia a ilegalidade cometida pela Junta de Freguesia. Tentar sacudir a culpa acusando fiscais ambientais de desigualdade de critérios, má vontade ou excesso de zelo em relação a ilegalidades cometidas por Juntas e por fecharem os olhos a ilegalidades cometidas por cidadãos anónimos é persistir no problema e adiar a solução. Persistir no problema de não assumir responsabilidades e atribuir a culpa do insucesso a terceiros. Adiar o problema cuja solução não se compadece com a política do "coitadinho" ou do “dar-se bem com todos”. Vir depois tentar disfarçar e apagar a má imagem criada, alegando que o “corram-nos à pedrada”  é uma figura de estilo, não é senão uma atrapalhada saída de sendeiro após arrogante entrada de leão.

TÓPICOS:
Publicado por OLima às 00:05
Link da posta | Comentar
partilhar
10 comentários:
De Anónimo a 29 de Junho de 2006 às 09:07
Espero que este senho seja "metido" em tribunal pelas alarvidades que diz!
De OLima a 29 de Junho de 2006 às 09:45
Actualização: "Correr fiscais à pedrada" pode dar 3 anos de cadeia
http://jn.sapo.pt/2006/06/29/nacional/correr_fiscais_a_pedrada_pode_3_anos.html
De delfim peixoto a 29 de Junho de 2006 às 19:26
Pois...quando o fogo chega à nossa porta desesperamos
Abraços e bjnhs doces
De José Amoreira a 29 de Junho de 2006 às 22:05
Vou copiar aqui o comentário que fiz sobre este assunto no Máfia da Cova (mafiadacova.blogspot.com):

Eu cá concordo com o sr. Fernando Ruas. Mas, para mim, não era só pedrana nos fiscais do ambiente. Era nos fiscais dos impostos, sempre à cata da fugazita que tanta falta faz para o meu desenvolvimento; nos do SEF, que andam sempre a tentar tramar as minhas "importaçõezitas" de carne branca do Brasil ou da Europa de Leste; era pedrada, e da grossa, nos agentes da PJ, então se não posso traficar umas ganzas, como é que me desenvolvo?; e nos da PSP, que não me deixam "palmar" à vontade as carteiras ao pessoal. Ah, caraças! E atirava com uns brutos pedragulhos era à Assembleia da República! Já viram a quantidade de leis que aqueles inúteis fazem, que depois esta catrefa de fiscais nos obriga a respeitar?! Como é que um país assim há-de andar para a frente?!
Só à pedrada!
De OLima a 30 de Junho de 2006 às 13:01
Actualização:
1. Coitadinho - Ruas queixa-se de aproveitamento político das sua s afirmações polémicas:
http://www.portugaldiario.iol.pt/noticia.php?id=701516&div_id=291

2. Ruas deve pedir desculpas, diz secretário de estado
http://tsf.sapo.pt/online/vida/interior.asp?id_artigo=TSF171945

3. Ruas recusa pedir desculpa
http://www.portugaldiario.iol.pt/noticia.php?div_id=291&id=701208

4. Ruas ameaça deixar de pagar recolha de lixo
http://www.portugaldiario.iol.pt/noticia.php?div_id=291&id=701182

5. Ruas tem solidariedade de Alberto João Jardim
http://diariodigital.sapo.pt/news.asp?section_id=12&id_news=234214
De OLima a 3 de Julho de 2006 às 10:03
Vale a pena ver este cartoon a propósito
http://pitecos.blogs.sapo.pt/65991.html

De OLima a 5 de Julho de 2006 às 10:09
Vale a pena ler o texto de Rolo Duarte no DN de 5 de Julho:
http://dn.sapo.pt/2006/07/05/opiniao/impunemente_a_pedrada.html
Ora, para mim a coisa não podia bater mais certa: é justamente porque a maioria dos autarcas deste país gostaria de correr à pedrada os fiscais - do ambiente, das finanças, de toda a espécie... - que Fernando Ruas é o presidente da Associação Nacional de Municípios Portugueses. E é por vivermos no lume brando da ameaça sem consequências que, oito dias depois, Fernando Ruas continua a ocupar os seus lugares públicos. Em Portugal, ser autarca é bem melhor do que ser ministro - por contar uma anedota infeliz, caiu o ministro Carlos Borre-go em menos de 24 horas e nunca mais ouvimos falar da figura (...)
Há algo de estranho nesta declaração: só os fiscais do ambiente é que são burocratas? A burocracia, em Portugal, não começa exactamente nas câmaras municipais? Defenderá Ruas que a populaça comece a correr com os autarcas à pedrada?
Num país civilizado, Fernando Ruas tinha pedido desculpas públicas, depois teria pedido a demissão, e agora estava tranquilamente em casa, cumprindo aliás o voto que deixou aos seus eleitores nas últimas autárquicas: "Digo presente ao futuro dos viseenses, porque respondo por tudo aquilo que faço." Em Portugal, no meio do entusiasmo do Mundial e da remodelação de Sócrates, nem foi preciso correr com o assunto à pedrada. Morreu na praia, impune e tristemente.
De OLima a 29 de Abril de 2008 às 13:50
Actualização: "'Pedradas' levam Ruas a julgamento em Junho de 2008" (http://dn.sapo.pt/2008/04/29/cidades/pedradas_levam_ruas_a_julgamento_jun.html)
De OLima a 13 de Julho de 2009 às 19:06
Ruas condenado a 100 dias de multa, à taxa diária de 20 euros, por ter incitado a correr à pedrada os vigilantes da natureza. Público. (http://ultimahora.publico.clix.pt/noticia.aspx?id=1391575) - vai assim porque, após vários "mimos", este sistema persiste em parecer estar com os copos neste momento....
De OLima a 10 de Março de 2010 às 18:28
Ruas foi absolvido da acusação de mandar correr à pedrada vigilantes da natureza. Público.

Comentar posta

Pesquisar neste blog