Blogue de informação e reflexão sobre temas ambientais. Desde Janeiro 2004, porque só os peixes mortos seguem com a corrente.
blogs SAPO
subscrever feeds
PATRIMÓNIO
BLOGUES
Segunda-feira, 22 de Maio de 2006
Peneda-Gerês impedido de ser zona livre de transgénicos

Os presidentes de câmara de Terras de Bouro, Amares, Póvoa de Lanhoso e Vila Verde, assinaram uma declaração conjunta de criação de zonas livres de transgénicos nos respectivos municípios. Estes quatro concelhos vêm juntar-se a mais 13 concelhos (Mora, Aljezur, Cadaval, Ponte da Barca, Coimbra, Odemira, Sintra, Alenquer, Arouca, Soure, Moita, Moura e Mértola) e uma região (a do Algarve) que, desde 2004, têm vindo a tomar idêntica decisão em Portugal. À última hora, o Parque Nacional da Peneda-Gerês foi impedido pela Secretaria de Estado do Ambiente de aderir à mesma declaração.

Esta atitude descredibiliza o Ministério do Ambiente, uma vez que o Decreto-Lei 160/2005, de 21 de Setembro prevê a criação de zonas livres de transgénicos. A gente sabe o que Bruxelas quer, mas a lei portuguesa, que se saiba, ainda não foi alterada.

Mais pormenores aqui.

TÓPICOS:
Publicado por OLima às 00:19
Link da posta | Comentar
partilhar
1 comentário:
De OLima a 23 de Maio de 2006 às 16:04
Ao contrário do que foi indicado no comunicado da Plataforma
Transgénicos Fora do Prato da passada
sexta-feira, onde se referia que o Parque
Nacional da Peneda-Gerês tinha sido impedido pela Secretaria de Estado do Ambiente de aderir à iniciativa do Alto Cávado de criação de uma grande zona livre de transgénicos na região, a proibição foi emitida pela presidência do Instituto de Conservação da Natureza (ICN). Sem
sequer consultar o Secretário de Estado do
Ambiente, o ICN optou por colocar a
biodiversidade natural e agrícola em segundo
plano e abrir à contaminação irreversível das culturas transgénicas o nosso espaço natural mais privilegiado.

Comentar posta

Pesquisar neste blog