Blogue de informação e reflexão sobre temas ambientais. Desde Janeiro 2004, porque só os peixes mortos seguem com a corrente.
blogs SAPO
subscrever feeds
PATRIMÓNIO
BLOGUES
Quinta-feira, 30 de Abril de 2009
Reflexões
  • (1) A gripe suína revela o poder monstruoso da indústria das carnes, escreve Mike Davis no Guardian de 27Abril2009. O paradoxo desta gripe é que surgiu subitamente embora há muito fosse previsível. Há 6 anos a Science dedicou um número especial ao tema e dizia que “após anos de estabilidade, o virus da gripe suína norte-americana evoluiu para uma pista rápida”. Identificado durante a Grande Depressão, o H1N1 revelou-se em novas versões muito mais virulentas quando, em 1998, dizimou porcas de criação numa exploração da Carolina do Norte. A aceleração da evolução do virus da gripe suína é atribuída por virologistas ao modelo de produção agropecuária intenso iniciado no sul da China e copiado em todo o mundo industrializado. O ano passado, uma comissão do Pew Research Center concluiu que este modelo de produção animal era um perigo para a proliferação de virus uma vez que os animais conviviam com as suas fezes em espaços muito reduzidos e mal ventilados e que a promiscuidade do uso de antibióticos em suiniculturas estava a reduzir as resistências dos animais às infecções e os derrames de esgotos não tratados provocavam a explosão de infecções e contaminações. A comissão acusou ainda grandes grupos de produtores como a Smithfield Farms e a Tyson de sistematicamente obstruirem qualquer tentativa de investigação dos seus métodos de produção. Artigo relacionado.
  • (2) A gripe suína é uma arma biológica? pergunta Paul Joseph Watson. A Organização Mundial de Saúde e o governo norte-americano já garantiram que não. Trata-se de uma nova estirpe, uma mistura intercontinental de vírus de gripe das aves, do porco e de humanos, não tendo nenhum porco sido até agora infectado.  Mas um cientista que examinou a explosão do Ebola em África e vítimas da SIDA garante que o H1N1 possui certos vectores de transmissão que sugerem que a nova gripe foi geneticamente fabricada como arma militar biológica através da introdução de um patogénico fabricado por humanos capaz de provocar consequências catastróficas no comércio e transportes domésticos e internacionais. Há quem suspeite novamente do Fort Detrick, a fonte dos famigerados ataques de antrax, especialmente depois de ter sido revelado que amostras de vírus em poder de investigadores forenses tinham desaparecido dos seus laboratórios e de um investigador do USAMRIID em Fort Detrick ter morrido por alegado suicídio ainda por esclarecer. Artigo relacionado.
Publicado por OLima às 00:09
Link da posta | Comentar
partilhar
8 comentários:
De OLima a 4 de Maio de 2009 às 16:27
Afinal o virus desta gripe suína nasceu mesmo nos EUA, garantem cientistas, investigadores e responsáveis americanos. (http://www.wired.com/wiredscience/2009/05/swineflufarm)
Para quê chamá-la mexicana?
De OLima a 5 de Maio de 2009 às 11:12
Uma rádio até gozou com a situação, fabricando um programa ao estilo de Orson Welles acerca de pretensa invação da Terra por marcianos. http://vids.myspace.com/index.cfm?fuseaction=vids.individual&videoid=56780466
De OLima a 6 de Maio de 2009 às 01:00
Influenza A (H1N1): Epidemia do lucro, artigo de Silvia Ribeiro (http://www.ecodebate.com.br/2009/05/05/influenza-a-h1n1-epidemia-do-lucro-artigo-de-silvia-ribeiro/)
De OLima a 10 de Maio de 2009 às 01:09
De OLima a 13 de Maio de 2009 às 17:30
De OLima a 13 de Maio de 2009 às 23:55
O vírus da gripe suína terá sido introduzido em Cuba em 1971 por exilados cubanos apoiados por agentes da CIA e ligados a grupos anti castristas, escreveu o San Francisco Chronicle de 10 de Janeiro de 1977 na sua primeira página. Mais aqui
http://www.maebrussell.com/Health/CIA%20Pig%20Virus.html
e aqui
http://www.thepeoplesvoice.org/TPV3/Voices.php/2009/04/28/cia-link-to-cuban-pig-virus-reported
De OLima a 17 de Maio de 2009 às 22:04
Dr Leonard Horowitz fala sobre Vírus A fabricado em Laboratório: http://www.youtube.com/watch?v=0K2LdGUca9w
De OLima a 1 de Junho de 2009 às 21:26
A Sanofi-Aventis investiu 100 milhões de euros na construção de uma fábrica para fazer vacina gripal sasonal e pandémica no México. O contrato foi assinado por ocasião da visita de Nicolas Sarkozy ao México. (http://www.sanofi-aventis.com/presse/communiques/2009/ppc_24324.asp)

Comentar posta

Pesquisar neste blog