Blogue de informação e reflexão sobre temas ambientais. Desde Janeiro 2004, porque só os peixes mortos seguem com a corrente.
blogs SAPO
subscrever feeds
PATRIMÓNIO
BLOGUES
Sexta-feira, 17 de Abril de 2009
Toxinas interditam apanha e venda de bivalves

Praia de Santana, Rabo de Peixe.

  • A apanha e comercialização de bivalves está interdita em toda a zona interna da Ria Formosa e litoral entre Faro e Vila Real de Santo António após detecção de níveis superiores aos recomendados da toxina ASP, conhecida por poder causar danos neurológicos depois de um consumo prolongado.Na Lagoa de Albufeira, em Setúbal, foi também decretada a proibição da apanha e comercialização de todos os bivalves devido à presença da toxina DSP, que pode causar problemas de ordem gástrica. No Estuário do Mondego, na zona da Figueira da Foz, foi também interditada a apanha e comercialização de apenas uma espécie de bivalve, a lambujinha, devido à presença da toxina PSP. JN 16Abril2009.
  • O secretário de Estado do Ambiente Humberto Rosa admitiu que a contaminação dos solos da estação de tratamento da Tratolixo, Trajouce, é uma situação ambiental séria, consequência do depósito indiscriminado de resíduos que durante anos criaram uma lixeira incontrolada. Garantiu que a situação será resolvida o mais rápido possível. Público 16Abril2009. Texto relacionado.
Publicado por OLima às 00:19
Link da posta | Comentar
partilhar
Pesquisar neste blog